Sun Simiao e sua importância para a Medicina Chinesa

Sun Simiao (581-682 d.C.) foi um médico famoso da Medicina Tradicional Chinesa, durante as dinastias Sui (581–618) e Tang (618–907).

Ele foi chamado de “Rei da Medicina Tradicional Chinesa” por Médicos Tradicionais Chineses e muitas vezes descrito no folclore ou em histórias populares, como na lenda taoísta que montava um tigre e que alcançou a imortalidade após dedicar a vida a salvar pessoas e a ensiná-las “o caminho do cultivo interior”.

O que sabemos com certeza é que ele nos legou duas das mais valiosas enciclopédias na história da Medicina Tradicional Chinesa. Os dois livros são “Prescrições essenciais para emergências que valem mil liang [unidade chinesa de peso] de ouro” (Qian Jin Yao Fang) e “Suplemento às prescrições essenciais para emergências que valem mil liang de ouro” (Qian Jin Yi Fang).

Eles contém informações úteis da literatura médica ancestral, além da própria experiência clínica de Sun Simiao. A partir desses livros sabemos que Sun Simiao dedicou grandes esforços aos estudos farmacológicos, incluindo a coleta e o processamento de ervas medicinais, à identificação de suas características, fórmulas e à aplicação clínica.

O livro “Qian Jin Yao Fang” consiste em mais de 5.000 prescrições e abrange teorias médicas e experiência clínica, incluindo Medicina Interna, Cirurgia, Ginecologia e Pediatria. Ele cobre a desintoxicação, a ajuda de emergência, a preservação da saúde, a alimentação terapêutica, acupuntura e massagem e é uma coletânea magnífica do desenvolvimento da medicina chinesa antes da Dinastia Tang.

A obra “Qian Jin Yi Fang” contém cerca de 3.000 prescrições e cobre ginecologia, pediatria, acidente vascular cerebral,

acupuntura e muitos outros aspectos da medicina. É um suplemento detalhado, essencial e útil ao “Qian Jin Yao Fang”. Ela descreve mais de 800 ervas e, entre elas, mais de 200 vêm com informações detalhadas sobre como coletá-las e processá-las.

De acordo com Sun Simiao, o que causa desastres naturais são distúrbios do yin e yang. Da mesma forma, doenças humanas também são devido a distúrbios do yin e yang no corpo humano e podem ser normalizados com tratamentos.

Sun Simiao tinha em alta estima o cultivo de ética médica. Em seu livro, ele salientou, “Quando um grande médico trata um paciente, ele deve se concentrar, acalmar-se e estar livre de desejos e buscas. Ele precisa ter um coração compassivo e estar disposto a ajudar aqueles que sofrem.”    

O espírito humanitário de Sun Simiao é digno de ser imitado e promovido por e entre as pessoas de todos os tempos. 

Fonte: www.medicinachinesabr.com.br

FacebooktwittermailFacebooktwittermail
Deixe um comentário
×
×

Carrinho